J Bras Nefrol. 2019;41(2):224-30.

Eficácia do oxihidróxido sucroférrico em pacientes em hemodiafiltração on-line na realidade da prática clínica: um estudo retrospectivo

Aníbal Ferreira ORCID logo , Bruno Pinto, David Navarro, João Aniceto, Pedro L Neves, Pedro Ponce

DOI: 10.1590/2175-8239-JBN-2018-0142

Resumo

Introdução:

A hiperfosfatemia é uma grave consequência da doença renal crônica associada a risco aumentado de doença cardiovascular. O controle dos níveis séricos de fósforo dos pacientes em diálise é um desafio que requer, na maioria dos casos, o uso de quelantes de fosfato (QF). Parte da dificuldade se deve à baixa adesão ao tratamento oriunda do grande número de medicamentos receitados para esse grupo de pacientes.

Objetivo:

Avaliar a real eficácia do oxihidróxido sucroférrico (OHS) no controle dos níveis séricos de fósforo e determinar a carga de comprimidos associada.

Métodos:

Estudo multicêntrico, quantitativo, retrospectivo, antes e depois conduzido com pacientes em hemodiafiltração on-line. Pacientes remanejados para OHS como parte dos cuidados de rotina foram incluídos no estudo. Tratamento com QF, número de comprimidos, níveis séricos de fósforo, reposição férrica endovenosa e dosagens foram registrados mensalmente durante seis meses de tratamento com QF ou OHS.

Resultados:

Foram incluídos 42 pacientes no estudo. Após a mudança de QF para OHS, o número de comprimidos prescritos por dia caiu em 67%, de seis para duas unidades diárias (p < 0,001). A frequência de ingestão de comprimidos caiu de três para duas vezes ao dia (p < 0,001). Durante o tratamento com OHS, o percentual de pacientes com fósforo sérico ≤ 5,5 mg/dL aumentou de 33,3% no início para 45% após seis meses de tratamento.

Conclusão:

Durante os seis meses de seguimento com OHS, os níveis séricos de fósforo foram controlados com um terço dos comprimidos por dia em relação aos tratamentos com outros QF.

Eficácia do oxihidróxido sucroférrico em pacientes em hemodiafiltração on-line na realidade da prática clínica: um estudo retrospectivo

Comentários