Braz. J. Nephrol. 2019-07-30.

Chikungunya em um receptor de transplante renal: relato de caso

Renato Demarchi Foresto, Daniel Wagner de Castro Lima Santos, Maria Amélia Aguiar Hazin, Alejandro Túlio Zapata Leyton, Nayara Cordeiro Tenório, Laila Almeida Viana, Marina Pontello Cristelli, Hélio Tedesco Silva Júnior, José Osmar Medina Pestana

DOI: 10.1590/2175-8239-jbn-2018-0196

RESUMO

Em 2004, um surto global de Chikungunya afetou a maioria das regiões tropicais e subtropicais do mundo. Em 2016, um surto ocorreu no Nordeste do Brasil com centenas de casos documentados. Receptores de transplantes de órgãos sólidos têm uma resposta imune modificada à infecção, e o curso clínico é geralmente diferente daquele em pacientes imunocompetentes. O diagnóstico pode ser desafiador nessa população. A maioria dos relatos descreve pacientes residentes em áreas endêmicas, embora devamos enfatizar a importância do diagnóstico diferencial em viajantes transplantados renais que visitam regiões endêmicas, como o Nordeste do Brasil. Aqui, nós relatamos o caso de um receptor de transplante renal que adquiriu febre Chikungunya após uma viagem a uma região endêmica no Nordeste do Brasil durante o surto de 2016, com uma boa evolução clínica. Também apresentamos recomendações de alerta para viajantes em áreas endêmicas, como medidas adicionais para prevenir surtos de doenças.

Palavras-chave: Vírus Chikungunya; Transplante de Rim; Infecções por Arbovirus, Tolerância Imunológica

Chikungunya em um receptor de transplante renal: relato de caso

30

Comentários